- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Campinas

- PUBLICIDADE -

De olho no mercado. Assim estão os dirigentes do Criciúma. Há sim a possibilidade de novas contratações para o grupo de jogadores, até o dia 10 de setembro – prazo máximo para alteração entre os atletas inscritos na Série B. “A gente continua observando o mercado para aproveitar boas oportunidades. Tem vários clubes mexendo no elenco”, comentou o diretor de futebol, Nei Pandolfo.

O foco é no meio campo, apesar da chegada de Patrick, emprestado pelo Grêmio. O presidente Jaime Dal Farra, entretanto, admite que o clube não encontrou o meia diferenciado que o clube procurava. “Não achamos. Temos um jogador que pode suprir isso: o Patrick. Ele jogou muito bem no time alternativo do Grêmio. Foram 19 partidas entre Gaúcho e Brasileiro. A multa dele é de 2 milhões de Euros por 50% do passe. O jogador é muito conceituado e uma das grandes promessas do Grêmio”, explicou o mandatário carvoeiro, em entrevista ao repórter Jota Eder, da rádio Eldorado, em Campinas. O jogador deve estar à disposição para o jogo diante do Coritiba.

Dal Farra garante que o clube procura jogadores que cheguem para atuar e não apenas para compor grupo. “Vamos tentar completar a grade do Mazola, mas vamos trazer jogadores para serem titulares. Infelizmente, nesse ano tivemos problemas com atletas que vieram com nível abaixo do que a gente queria. Tivemos muitas contusões e dispensas, então, vamos investir, porém, em jogadores para resolver”, afirmou.

O mandatário carvoeiro ainda nutre esperanças no acesso à Série A. Ele acredita que a definição dos times que subirão acontecerá apenas nas últimas rodadas. “Vamos disponibilizar um plantel de nível alto para o Mazola para buscarmos o que a gente deseja. O campeonato vai se definir nas últimas sete rodadas. Está tudo difícil, equilibrado. É o ano mais difícil da Série B que estamos disputando”, enfatizou.

Punições serão avaliadas

As expulsões de Zé Carlos e Marlon, diante do Atlético-GO, foram vistas como “normais” pelo presidente, mas punições não estão descartadas. “O Nei Pandolfo, nosso diretor executivo, que vai tomar as providências. Foi uma situação de jogo, mas não pode acontecer. Já houve penalização anterior, mas vamos avaliar direitinho ao voltar. Teremos uma semana completa de trabalho para analisar com calma as providências”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.