- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Após o presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, ter afirmado que Mazola Júnior pediu 70% de aumento no salário para renovar com o Criciúma, durante a reunião do Conselho Deliberativo do clube, na noite desta sexta-feira, o treinador rebateu a afirmação.

De acordo com informações do repórter Márcio Cardoso, da rádio Eldorado, o técnico pediu em torno de 30% de aumento, que deixaria os vencimentos iguais ao que Mazola recebia no CRB, último clube do profissional antes de chegar ao Tigre.

Mazola ainda afirmou que chegou ao Tricolor Carvoeiro ganhando bem menos que seu antecessor, Argel Fucks. Os números não foram revelados. De férias em Campinas, interior de São Paulo, o técnico colocou o sábado, 1, como limite para decidir a situação com o Criciúma.

Ainda na reunião do Conselho Deliberativo, Dal Farra afirmou que o técnico perdeu o comando do vestiário, na reta final da Série B, e deixou os jogadores muito “a vontade”.

Após o desencontro de informações divulgadas, tudo leva a crer que Mazola está cada vez mais longe do Criciúma e não deve renovar contrato para a temporada 2019.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.