- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Restando pouco mais de um mês para a estreia no Campeonato Catarinense: marcada para o dia 17 de janeiro, diante do Figueirense, no Majestoso, o Criciúma tem apenas 12 atletas no elenco profissional. Após a apresentação do técnico Doriva e do assessor do clube, Ricardo Rocha, o diretor de futebol, Nei Pandolfo, prometeu o anúncio de uma contratação por dia. Porém, mais de uma semana depois, apenas as renovações do zagueiro Sandro e do lateral esquerdo Marlon foram confirmadas.

Pandolfo garante que os dirigentes estão trabalhando bastante e algumas situações estão bem alinhavadas, nos bastidores, para a divulgação de novos nomes de contratações. Os meias Daniel Costa e Danielzinho podem ser os primeiros a chegar. Costa atuou neste ano pelo CSA e Danielzinho pode entrar em uma possível negociação com o Fluminense, que tem interesse no lateral Marlon Xavier.

A negociação com o Atlético Tubarão para o retorno do volante Liel está estacionada. O clube da Cidade Azul é irredutível na pedida de 500 mil reais para liberar o jogador. Por outro lado, os dirigentes do Criciúma contam com a vontade do jogador em retornar para convencer os tubaronenses a liberarem o artilheiro do Tricolor Carvoeiro na Segunda Divisão deste ano.

Até o momento, os mais experientes são o goleiro Luiz, que tem contrato até 2020, além de Sandro e Marlon. Jovens da base como o lateral Claudinho e os atacantes Reinaldo e Julimar devem ser aproveitados neste início de temporada. Mais três ou quatro nomes das categorias de base são cogitados para fazer parte do elenco. A reapresentação do elenco acontece no dia 2 de janeiro no CT Antenor Angeloni.

O atual elenco do Criciúma

Goleiros: Luiz, Vinícius e Ronaldo Zílio

Laterais: Carlos Eduardo e Marlon

Zagueiros: Nino, Sandro e Jacy Maranhão

Volantes: Eduardo e Jean Mangabeira

Meias: Nenhum

Atacantes: Andrew e Kalil

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.