Mazola Júnior não sinaliza equipe titular

Substitutos de Marlon e João Paulo, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, devem ser definidos no trabalho desta terça-feira

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Segue o mistério em torno dos substitutos do lateral esquerdo Marlon e do atacante João Paulo, no time titular do Criciúma, para a partida de sexta-feira, às 20h30min, diante do Goiás. Na gelada tarde de terça-feira, o grupo de jogadores realizou um trabalho técnico e tático de dois toques, com valorização da posse de bola. Antes, pela manhã, os atletas trabalharam na academia. Não houve definição de titulares e reservas. Assim, os substitutos dos atletas suspensos pelo terceiro cartão amarelo devem ser definidos a partir de hoje.

Na lateral esquerda, quem deverá começar o jogo em Goiânia é Artur. Contratado junto ao Inter, ele estrearia com a camisa do Criciúma. Recuperado de lesão, Eltinho também tem chances, porém menores, de iniciar o confronto. A dúvida maior está no ataque. Andrew, Julimar, Kalil e, até mesmo, Nicolas disputam uma vaga ao lado de Vitor Feijão. Autor de gols pela equipe Sub-20, no último final de semana, Julimar pode ser o escolhido de Mazola Júnior para o confronto.

João Paulo, impedido de jogar devido ao acúmulo de cartões amarelos, Lucas Coelho, em recuperação de uma cirurgia no menisco do joelho esquerdo e Zé Carlos estão fora do confronto.

O Zé do Gol passou por cirurgia e deve voltar aos treinos em até 15 dias, de acordo com o departamento médico do clube. O atleta retirou acúmulo de líquido no saco escrotal, problema que o tirou das últimas duas rodadas da Série B. Os primeiros dias são de repouso total. O retorno dependerá da evolução na recuperação do jogador. Certo mesmo é que ele fica fora dos confrontos diante de Goiás e Londrina. Enquanto se recupera da cirurgia, Zé Carlos cumprirá mais um jogo de suspensão – punição que ocorreu depois da expulsão contra o CSA.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.