- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A Liga Atlética da Região Mineira (Larm) foi homenageada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), em uma sessão solene, pela passagem dos 70 anos de existência. A solicitação é do deputado estadual, Valmir Comin (PP). Na noite de sexta-feira, diversos ex-presidentes da instituição foram homenageados e a história da instituição foi lembrada. “Para nós é uma gratidão muito grande esse reconhecimento da assembleia. Penso que a Larm, pela história que tem, merece a homenagem e muito mais. Foram nos campeonatos da Larm que nasceram dois dos principais clubes catarinenses: Criciúma e Metropol”, destaca o presidente da Larm, Emerson Lodetti.

O evento será realizado na Associação Empresarial de Criciúma (Acic) contou também com a presença do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti. Ele ressaltou a importância da Larm e a qualidade do trabalho da liga. “É um trabalho magnifico, hoje na mão do Emerson Lodetti, e tantos que já passaram pela Larm. 70 anos: é um história. São poucas as ligas que chegam a essa data e muito reconhecida pela Federação. A homenagem da assembleia é muito justa”, destacou.

O proponente, Comin, estava orgulhoso com o evento e pontuou sobre o legado da Larm. “Como não aplaudir o empenho e a dedicação que todos têm com o esporte amador da nossa região? É um legado cheio de brilho e conquistas que ultrapassará gerações. Hoje estamos aplaudindo pessoas que começaram a história há 70 anos”, completou.

História de sucesso e crescimento

A Liga Atlética da Região Mineira (Larm) foi criada em 1948 para coordenar e desenvolver a modalidade na região carbonífera sob comando do presidente Adamastor Martins da Rocha. A Larm, terceira liga mais antiga de Santa Catarina, movimenta mais de mil atletas amadores da região, sendo que a metade desses participantes são jovens entre 14 e 18 anos.

Para a realização deste trabalho, hoje a Larm conta com a dedicação de mais de 40 colaboradores que, semanalmente, contribuem para o bom andamento das sete competições que fazem parte do calendário da entidade em 2018. “Temos aproximadamente 35 árbitros e assistentes. Sendo que dois deles estão no quadro da CBF. É a primeira vez que acontece esse fato na história”, pontua Lodetti.

Através dos campeonatos organizados pela entidade, grandes equipes surgiram para o futebol estadual e nacional, como o Comerciário (hoje Criciúma Esporte Clube), Metropol e Próspera. Ainda hoje, muitas associações filiadas à Larm se destacam em nível regional, estadual e nacional.

É por essa atuação que a LARM é reconhecida pela Federação Catarinense de Futebol (FCF) como uma das ligas mais fortes de Santa Catarina, tendo como princípios fundamentais a organização e seriedade em todas as ações.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.