- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O sofrimento do Tigre, no primeiro turno da Série B, se deveu muito em função dos cinco primeiros jogos da competição. Foram derrotas em sequência para Atlético-GO, Ponte Preta, Coritiba, CSA e Guarani. De lá para cá, o time penou na zona de rebaixamento, até o jogo contra o Vila Nova, na 18ª rodada da competição. Para não repetir o vexame e sair de vez da situação incômoda na tabela, a receita é pontuar já diante dos goianos, no sábado. “Temos que mudar o jeito que começamos o campeonato. Que no segundo turno a gente possa começar bem, com vitória e pontuando o máximo que puder para que a gente possa dar seguimento no campeonato e buscar o G-4”, comentou o volante Jean Mangabeira.

Integrante do grupo dos quatro primeiros colocados do campeonato, o Atlético-GO requer atenção dobrada do Criciúma. Ao mesmo tempo, será uma prova de fogo para o grupo de jogadores carvoeiros. “É um adversário muito forte. É um confronto muito bom para a gente provar que merece estar lá em cima. É um teste para a gente. Sempre que jogamos contra uma equipe que está lá em cima é um teste para provarmos que temos qualidade para estar lá em cima também”, explicou Mangabeira.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.