Criciúma: Junão contribui com a Casa Guido

Ultramaratonista percorrerá 100km, no sábado, em Criciúma e levantará fundos para serem doados à instituição que atende as crianças com câncer

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Um desafio pessoal se tornou também uma ação solidária. O ultramaratonista Nilton Cardoso Júnior, o Junão, de 40 anos, percorrerá amanhã 100 quilômetros correndo em ciclos por Criciúma. Não satisfeito com o desafio pessoal, Junão se dispôs a “vender” cada um dos quilômetros que percorrerá, através de uma rifa. Cada quilômetro custa 25 reais e o prêmio será um tênis de corrida – cedido pelos patrocinadores do atleta. Ao final, os R$ 2.500,00 arrecadados serão doados para a Casa Guido – instituição que atende crianças com câncer.

O ultramaratonista é aquele atleta que corre mais de 42 quilômetros – duração de uma maratona. A largada de Junão acontecerá às 6 horas no Parque das Nações. Alguns voluntários estarão em pontos estratégicos para distribuir água e alimentação para o competidor criciumense. Os primeiros dez quilômetros serão percorridos também pelo amigo Aender Saturnino. “Nós participamos do mesmo grupo de corrida e somos amigos, então, vou correr o início junto com ele até como forma de apoio e incentivo”, comenta Saturnino.

A atividade está sendo planejada há um ano por Junão. “Passei a perceber que em provas difíceis sempre tem algum competidor precisando de ajuda. Eu mesmo, em uma corrida de 52 quilômetros, cai e não conseguia levantar rápido devido a câimbras”, comenta. A ação de um fotógrafo, no dia da queda, o motivou a fazer a ação solidária. “Ele deixou o trabalho dele para me ajudar a levantar. Fiquei muito agradecido e percebi que isso não tem preço”, ressalta.

Junão deve passar em frente à Casa Guido, por volta do meio dia. Os números da rifa já estão no final e podem ser adquiridos com o próprio competidor ou com o treinador Marcelo Olímpio. A corrida solidária tem o apoio do M3 Grupo de Corrida, capitaneado pelo técnico.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.