- PUBLICIDADE -

Tiago Monte – Fotos, textos e vídeos

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Tigre está em paz com a torcida. Na tarde deste sábado, 24, em ação para reaproximar o time dos torcedores, o técnico Argel Fucks comandou o primeiro treino com bola dele, no Majestoso, nesta terceira passagem pelo clube. Mais de 700 pessoas estiveram nas cadeiras do Heriberto Hülse e acompanharam atentamente o trabalho. No início do trabalho, o presidente Jaime Dal Farra apareceu rapidamente no camarote da diretoria. Os demais integrantes: Nei Pandolfo e Emerson Almeida, além do coordenador de preparação física, Humberto Ferreira, acompanharam o trabalho no banco de reservas.

Em campo reduzido, seguindo o estilo de trabalho, Argel falou bastante, largou frases de efeito e, em alguns momentos, até divertiu os jogadores. Menos que na sexta-feira, é verdade. Até porque o trabalho era o último antes da partida contra o Figueirense, neste domingo, às 17 horas. O time que treinou mais tempo como titular teve Jean Mangabeira formando um trio de volantes com Barreto e Douglas Dodi. Este último mais solto e se aproximando de Élvis. No mais, o time foi o esperado. Assim, o Criciúma, caso Argel não faça mudanças de última hora, deve ter: Luiz; Carlos Eduardo, Sandro, Nino e Eltinho; Jean Mangabeira, Barreto, Douglas Dodi e Élvis; Maílson e João Paulo.

Entre os reservas, os meias Alex Maranhão, Wallacer e Luiz Fernando, além do centroavante Lucas Coelho. Além deles, treinaram Vinicius; Eduardo de Biasi, Cristian, Ianson e Chico; Lucas Bessa e Natan.

Argel treinou incessantemente as bolas paradas. Orientou posicionamentos defensivos e ofensivos, sempre falando muito com os jogadores, em especial Sandro, Nino, Barreto e João Paulo. Quando a bola rolou, o técnico incentivou a intensidade e a transição rápida. Dentro da característica peculiar, Argel, em cobranças de faltas, gritava muito: “Não sai antes”(com o “e” da palavra “antes” bem marcado, tal e qual o sotaque do interior do Rio Grande do Sul). Essa orientação era para os reservas, que atacavam os titulares, não saírem antes da cobrança e não ficarem em posição de impedimento. “Parece que só o Maranhão está ouvindo o apito”, disse o técnico, quando o ataque reserva errou o movimento, em certo momento.

Ao final do trabalho, a comissão técnica realizou um trabalho de bolas paradas. Alex Maranhão, Élvis e Carlos Eduardo arrancaram aplausos do torcedor, além dos famosos “uuuuuhhh” de quando a bola batia na trave ou saia perto do gol. Nas cobranças de pênaltis, destaque para Maílson. No encerramento, uma circulo no meio do gramado, com todos os integrantes da comissão técnica e jogadores. Logo após, aplausos aos torcedores presentes e a retribuição das arquibancadas, acompanhados dos gritos tradicionais de “e… vâmo, vâmo, Tigreee” e “Vamos ganhar, Tigreee”. Logo após, já com a bola parada, o técnico proporcionou a interação no gramado das esposas de Douglas Dodi e Eltinho, acompanhadas das respectivas filhas, com os pais.

Definitivamente, os tempos são outros no Criciúma, após a chegada do técnico Argel Fucks.

Confira galeria de fotos do treino

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.