Urussanga: Escola implanta Centro de Memória com arquivos antigos

Por meio de fotografias e documentos que remetem desde a década de 1940, o espaço mostra a trajetória da EEB Barão do Rio Branco

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Urussanga

Para valorizar a história da Escola de Educação Básica (EEB) Barão do Rio Branco, em Urussanga, foi criado o Centro de Memória. Por meio de fotografias e documentos que remetem desde 1940, o espaço mostra a trajetória da instituição de ensino ao longo das décadas. O local já pode ser visitado, mas o término da organização está previsto para 2019.

- PUBLICIDADE -

A iniciativa partiu do projeto “Educação Patrimonial: conhecer para preservar”, que trabalha com jovens do Ensino Médio a valorização da cultura e o estímulo pelo interesse da preservação. A iniciativa contou com a orientação da professora Juliana Geraldi Yamaguti, na disciplina de Sociologia, e teve a parceria da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). “É uma maneira de mostrar à comunidade escolar que um arquivo é vivo e não morto como muitos ainda pensam. Arquivos contam histórias”, destaca a docente.

O secretário-adjunto da Secretaria de Estado da Educação, Gildo Volpato, e a gerente de Educação da Regional de Criciúma, Jucilene Antônio Fernandes, visitaram a escola nessa segunda-feira, 5, para conhecer o projeto. “Este é um gesto de valorização da história local e regional que proporciona aos estudantes enriquecimento cultural. Sempre apoiaremos iniciativas como essa”, afirma Volpato.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Urussanga

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.