A um mês do vestibular da UFSC, alunos da região se preparam para as provas

Com a notícia da abertura do curso de Medicina da Federal de Santa Catarina em Araranguá, muitos estudantes que prestarão a prova encontram nos atendimentos com master coach as dicas necessárias

Foto: Ilustrativa
- PUBLICIDADE -

Araranguá/Criciúma

A região Sul ganhou muito com a inclusão do curso de Medicina no Campus de Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Faltando um mês para as provas, que ocorrem, entre os dias 07 e 09 de julho de 2018, dezenas de alunos se preparam para garantir uma vaga,. Mesmo que nos últimos oito anos esta fosse uma expectativa, muitos foram pegos de surpresa e precisam correr contra o tempo se querem ver seu nome na lista de aprovados. Recentemente, o a Justiça Federal mandou suspender os 20% de acréscimo que aqueles que cursaram Educação Básica nas cidades do Sul do estado ganhariam, o que aumenta ainda mais a concorrência.

- PUBLICIDADE -

Não existe mágica para passar em uma Federal, no entanto, existem caminhos que podem ser menos sinuosos para o êxito. Muito em alta, o coaching – que veio do ramo empresarial – é uma das alternativas para foco e organização dos estudantes que almejam a vaga. Somente nos primeiros meses de 2018, 250 alunos já foram atendidos pela master coach, focada em vestibulares e concursos, Ingrid Martins, em Criciúma. Semanalmente, a profissional atende até 25 alunos, número que aumentou depois do lançamento do edital do vestibular da UFSC.

Ingrid confirma que não existem fórmulas mágicas para quem vai encarar a disputa, contudo, o trabalho exercido por ela abre olhos de muitos alunos. “O coaching faz é o aluno se enxergar. E não estamos falando apenas de suas forças, mas ajuda eles a observarem as suas fraquezas porque é nelas que precisamos trabalhar”, destaca a master coach.

A profissional lembra que cada aluno tem seu próprio jeito de aprender, porém, existem estratégias que os auxiliam às vésperas de um dos vestibulares mais concorridos do Estado. “Para quem já vem estudando o importante é resolver as provas dos últimos anos, de preferência dos últimos cinco anos e, claro, da Universidade para qual vai prestar prova porque ela não pode ser estranha. Por mais que já se tenha resolvido outras provas difíceis, é importante a prática de prova para o vestibular que deseja”, reitera.

Além das resoluções, Ingrid lembra que é necessária otimização de tempo, afinal não adianta estudar horas a fio sem qualidade; colocar metas e realizar simulados e, sobretudo, fazer revisionais. “Não adianta estudar somente no dia porque nosso cérebro joga aquilo que julga lixo fora. Se não relembramos com frequência, o cérebro entende que aquilo não é necessário. Vem disto a importância do revisional”, explica. Segundo ela, eles devem ter no mínimo três repetições. A primeira no dia que estudou pela primeira vez na aula. Outra uma semana depois. Posteriormente um mês depois e, se der tempo, dois meses depois. “Aí sim o aluno terá fixado”, acrescenta.

Coaching dá resultados

Larissa Pietsch Hübbe, de 18 anos, é uma das alunas que prestará vestibular para UFSC em Araranguá. A jovem, que já foi aprovada para o curso pelo vestibular da Acafe, conta que seu sonho é passar na Universidade Federal e que o coaching tem a ajudado muito. “O trabalho da Ingrid é muito importante porque com ele aprendi a me programar. Além de nos ajudar a otimizar tempo, ela nos acalma quando nos deparamos com a quantidade de matéria que temos para estudar, o que é realmente necessário fazer e aquilo que é prioridade”, esclarece Larissa.

A vestibulanda tem seguido o planejamento estipulado nos atendimentos e priorizado aquilo que tem dificuldade. “Tenho refeito muitas e muitas provas da UFSC. O coaching tem me deixado mais tranquila”, enfatiza. A garota ainda não fez nenhuma prova depois dos atendimentos com Ingrid, a da Acafe será o primeiro teste seguido pelo vestibular da Federal de Santa Catarina. “Eu me acho muito mais preparada depois dos atendimentos. Estou tranquila e fazendo o que precisa ser feito. Se der certo, deu! Nisto também o coaching me ajuda. Meu projeto era até o final do ano, surgiu a oportunidade e vou agarrar, mas tenho ciência de que estou fazendo o necessário” relata Larissa.

Principais dicas para quem está se preparando:

Faça revisionais: Eles são importantes no dia em que se estuda o conteúdo, uma semana depois, um mês e dois meses depois.

Realize simulados para a prova que fará: É importante que se saiba como o vestibular traz os questionamentos.

Otimização do tempo: Estude bastante, mas com qualidade. Muitas vezes, menos é mais.

Prática de redação: Só se aprende a fazer redação escrevendo. É muito importante que ela seja corrigida por um profissional que aponte erros e acertos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Araranguá

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.