Enem tem melhor aplicação desde 2009, avalia Inep

Quase quatro milhões de pessoas de todo o Brasil realizaram as provas no último domingo, 11

Foto: Reprodução/Agência Brasil
- PUBLICIDADE -

Brasília

Aproximadamente 29% dos mais de 5,5 milhões de estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 não compareceram ao segundo dia de provas, o menor índice desde 2016. Os dados foram divulgados pela presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, e pelo ministro da Educação, Rossieli Soares. As provas de domingo, 11, foram reservadas às questões de Matemática e Ciências da Natureza.

- PUBLICIDADE -

O baixo número de ausentes confirma a tendência vista no primeiro dia de aplicação do exame, no dia 4, quando somente 24,9% dos inscritos faltaram, o menor percentual dos últimos nove anos. Diferentemente da ausência, a abstenção é computada apenas quando o candidato não comparece a nenhum dos dois dias do exame. O número final de abstenções será divulgado somente após a conferência das atas de todos os locais de prova.

De acordo com o Inep, pela primeira vez desde 2009, ano em que o exame assumiu o atual formato, uma das provas do Enem não precisará ser reaplicada por conta de problemas logísticos e de aplicação, uma vez que não foram registradas ocorrências que tenham impedido a conclusão dos exames realizados no domingo. Apenas as provas do dia 4 deverão ser refeitas por estudantes de dois municípios, por conta de problemas de energia elétrica.

Nesta quarta-feira, 14, o Inep divulgará os gabaritos e Cadernos de Questões no site do Enem e no aplicativo do Enem. Os resultados estão programados para 18 de janeiro de 2019.

Novidade

Apesar de o exame ter sido realizado sem registro de ocorrência, qualquer estudante que se sentir afetado por algum problema durante a prova poderá se manifestar por meio da página do participante, até o dia 19 de novembro. A ferramenta é uma novidade da edição deste ano do Enem. “A resposta a esses casos será emitida por SMS ou por e-mail, nos dados cadastrados pelo participante”, revelou Maria Inês Fini.

Eliminações

Em todo o Brasil, 66 pessoas foram eliminadas no segundo dia do Enem – 64 delas por descumprimento de regras gerais do edital, como ausentar-se antes do horário permitido, utilizar materiais impressos, não atender as orientações dos fiscais, entre outros motivos. Um estudante foi eliminado na revista do detector de metal; outro, por se recusar a coletar os dados biométricos. Além disso, foram registradas 88 ocorrências por emergências médicas.

Reaplicação

Por conta de problemas relacionados à falta de energia no primeiro dia de prova, 993 estudantes de Franca (SP) e 759 de Porto Nacional (TO) terão direito à reaplicação das provas de Linguagens, Redação e Ciências Humanas nos dias 11 e 12 de dezembro, mesmas datas em que será aplicado o Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Brasília

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.