Urussanga: Diocese celebração ordenação diaconal de Vânio Margutti

A celebração foi presidida pelo Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, e concelebrada por diversos padres, no Centro Comunitário da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga.

- PUBLICIDADE -

Diante de Deus e da Igreja, o sonho adormecido há cerca de 40 anos tornou-se realidade. Aos 18 anos, Vânio Margutti Pereira, hoje com 58, ingressou no Seminário da Ordem dos Servos de Maria. Tanto tempo se passou, Vânio se casou, constituiu família e depois de tornar-se viúvo, decidiu retomar o caminho para a vocação sacerdotal. Ex-colegas seminaristas servitas, mãe, filha, familiares, amigos e comunidades participaram, na tarde de domingo, 02, da missa com o rito de ordenação diaconal do seminarista.

A celebração foi presidida pelo Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, e concelebrada por diversos padres, no Centro Comunitário da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga. O candidato ao diaconato foi apresentado pelo Reitor do Seminário Teológico Bom Pastor, padre José Aires de Souza Pereira, e recebeu o testemunho do pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Urussanga, padre Daniel Pagani, este último, que conheceu Vânio em 2011, quando foi nomeado vigário da Paróquia Santo Antônio de Pádua, em Sombrio, à época em que padre Antônio Vander era pároco.

- PUBLICIDADE -

“Vânio e sua esposa colaboravam em vários serviços da pastoral, assumindo a coordenação paroquial dos ministros extraordinários da comunhão a nosso convite. No final daquele ano de 2011, sua esposa Eliane veio a falecer, deixando-o muito triste, porém Vânio não se fechou em sua tristeza, mas buscou ajuda com seus amigos padres e também conosco na paróquia. Em 2013, quando assumi a Paróquia de Sombrio como pároco, Vânio me procurou para ajudá-lo a tomar uma decisão em sua vida para o futuro, e partilhou um pouco de sua vida e de seu desejo de ser padre em sua juventude, então o incentivei a retomar aquele sonho (…) Ele tem consciência das suas limitações e de que precisa, a cada dia, através da oração e da vivência da fé, buscar aproximar-se constantemente do Cristo Bom Pastor e Nele pautar a sua vida. Desde que o conheci, sempre me falaram de sua boa reputação e de sua dedicação à Igreja. Vários padres falaram que admiram a coragem e o testemunho que o Vânio tem dado desde seu matrimônio até esse período de formação para o sacerdócio”, disse padre Daniel, em seu testemunho que afirmou a aptidão do seminarista ao ministério diaconal.

 

Diácono expressa gratidão

Acolhido pelo clero e pela comunidade, Vânio viveu momentos de emoção ao abraçar a filha e sua mãe, dona Ilda Margutti Pereira. “Muito obrigado à Trindade Santa, a Nossa Senhora Mãe de Deus e nossa Mãe, aos santos e santas de minha veneração, por tudo que proporcionaram em minha vida e na vida familiar. Obrigado ao Reverendíssimo Bispo Diocesano Dom Jacinto, amado pai espiritual, pela confiança e pelo apoio, dentro da promessa da obediência está também a promessa de não decepcioná-lo”, disse Vânio, que depois agradeceu aos familiares, padres diocesanos e servitas que o acompanharam em sua formação, seminaristas, religiosas, movimentos, pastorais e comunidades.

“Minha querida e amada filha Vanéli, muito obrigado por seres essa filha maravilhosa, que busca em Deus e na Virgem Maria (Nossa Senhora de Guadalupe) forças para enfrentar o teu dia a dia, que o Pai sabe que não é fácil. Obrigado por todo apoio que tens me dado. Deus te abençoe sempre. Vou agradecer com muita emoção e honrar a memória de minha amada e estimada esposa Eliane. Foi pelo sacramento do Matrimônio, sinal salvífico de Cristo em nossas vidas, que nos tornamos uma só carne e assim, fomos unidos pela santa Palavra de Deus. ‘É necessário que a semente morra para dar novos frutos’. Assim posso dizer que a Eliane foi esta semente que morreu para que eu viesse a dar frutos para as obras de Deus, por isso ela tem parte na minha caminhada de seguir Nosso Senhor Jesus Cristo e servir aos irmãos. Vou sempre rezar por ela e pedir que ela esteja no céu, intercedendo por nós”, concluiu Vânio em seu agradecimento.

Próximas ordenações

Ao final da missa, padre José Aires apresentou à assembleia os três novos diáconos que serão ordenados no dia 17 de março de 2019, às 15 horas, no Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, em Morro Bonito, Içara: os seminaristas Richardson Luiz Domingos de Souza, Jadilson Tasca e Eduardo Felizardo de Andrade. Vânio será ordenado padre em Sombrio, no dia 11 de maio de 2019, às 15 horas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.