Trabalhadores do Hospital Dom Joaquim entram em greve

Os cerca de 30 colaboradores estão com dois meses de atraso de salário

- PUBLICIDADE -

Os trabalhadores do Hospital Dom Joaquim de Sombrio param as atividades nesta quinta-feira, 17 de maio por tempo indeterminado. Os cerca de 30 trabalhadores estão com dois meses de atraso de salário. A categoria aprovou a paralisação e hospital já foi notificado.

A presidente do  Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e Região (Sindisaúde), Gabriela Campos Pnkoski  explica que será mantido os 30% de atendimento previsto em lei.

- PUBLICIDADE -

O Instituto Saúde e Vida (Isev), administrador do hospital alega a falta de repasse do Estado para quitar os vencimentos. A instituição efetua cerca de 2000 atendimentos mês no pronto-socorro e internação. Ao todos 50 mil pessoas dependem do hospital em três municípios do extremo sul: Sombrio, Santa Rosa e Balneário Gaivota.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Maristela Benedet
Em: Sombrio

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.