Profissionais avaliam situação do Rio Araranguá

Um relatório sobre a situação do local será encaminhado a Secretaria de Obras nos próximos dias

- PUBLICIDADE -

Uma equipe de profissionais avaliou a situação das margens do Rio Araranguá na tarde dessa quinta-feira, 13. Os pontos críticos de desmoronamentos foram detalhados e serão utilizados na elaboração de um projeto de revitalização. A incursão iniciou no Pier do Vale e foi finalizada na foz do rio. De acordo com o último relatório da Fundação do Meio Ambiente de Araranguá (Fama), os desmoronamentos são mais frequentes nas curvas do rio e ocasionados pela força das correntezas e arvores exóticas plantadas sem critérios técnicos, além do desmatamento da mata ciliar.

O engenheiro da Secretaria de Obras Cristiano Coral, afirma que o problema maior foi constatado nas encostas do rio e nos próximos meses a prefeitura deverá realizar as contenções necessárias para não agravar o problema. “Outra situação foi o lixo encontrado. Infelizmente, durante a visita nos deparamos com muita poluição dentro do rio e também nas margens”, afirma.

- PUBLICIDADE -

Confira a matéria completa na edição do Diário de Notícias de sexta-feira, 14.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.