Morro da Fumaça: PM forma cerca de 300 crianças no Proerd

A cerimônia realizada no Ginásio de Esportes Jorge Silva contou com muita animação, sorteio de brindes e o juramento feito pelos alunos.

Foto: Marciano Bortolin
- PUBLICIDADE -

Aproximadamente 300 crianças das escolas municipais, estaduais e particular de Morro da Fumaça receberam o certificado de conclusão do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). A cerimônia realizada no Ginásio de Esportes Jorge Silva contou com muita animação, sorteio de brindes e o juramento feito pelos alunos.

A iniciativa da Polícia Militar, que conta com a parceria do Governo Municipal, através da Secretaria do Sistema de Educação, tem por objetivo conscientizar os jovens e prevenir contra as drogas e a violência. “O Proerd é um rico trabalho para formar cidadãos mais conscientes, que saibam dizer não às drogas e que ajuda as famílias a orientar as crianças. É importante também que este acompanhamento não pare por aqui, mas que os pais sigam orientando os filhos sobre as drogas e que levem os ensinamentos para frente, pois a educação é um dos pilares mais preciosos que podemos passar para as próximas gerações e o Proerd desempenha bem este papel na vida de nossos jovens e das famílias”, destaca o prefeito Noi Coral.

- PUBLICIDADE -

Durante o ato, os alunos ainda fizeram um juramento. “Muitas e muitas vezes, nós pais apenas falamos para os nossos filhos, mas o melhor é mostrar atitudes. O exemplo vale mais que mil palavras, pois as crianças reproduzem o que nós somos como pais”, fala o comandante da Polícia Militar de Morro da Fumaça, Sargento Emerson Miyamoto.

O vice-prefeito Eduardo Sartor Guollo ressalta o importante trabalho desempenhado pelos policiais militares do município nas escolas, ao orientar as crianças. “Parabéns aos Policiais Militares envolvidos no Proerd que se dedicam a conscientizar estes jovens contra as drogas. Ano após ano eles estão aqui, orientando e ensinando as nossas crianças. Aos pais, digo ainda que tenho certeza que os seus filhos encerram o ano diferentes daqueles que iniciaram. Mais conscientes quando o assunto é drogas e ainda mais preparadas para levar os bons exemplos para toda à comunidade”, completa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.