Horto Florestal é aberto à visitação em Criciúma

Local funciona como um laboratório vivo onde se produz conhecimento para a melhoria da qualidade de vida da população

- PUBLICIDADE -

São mais de 50 espécies nativas diferentes para cultivo e embelezamento da cidade. Localizado no Parque Ecológico José Milanese, no bairro Mina União, o Horto Municipal Antônio José Tolé Guglielmi está aberto para visitação e atividades de lazer a toda a população.

As portas se abrem todos os dias às 8h, e o espaço fica à disposição do público até às 17h. Para passeios com acompanhamento é necessário agendar um horário com antecedência. Quem visita o horto também pode conhecer a trilha reinaugurada em junho, no mês do meio ambiente.

- PUBLICIDADE -

Em parceria com a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), a Fundação do Meio Ambiente (Famcri) faz a identificação da fauna e da flora bem como a colocação de placas de identificação das espécies no local.

“Esse ano fechamos uma parceria com o curso de Ciências Biológicas da Unesc para que os alunos possam vir até o horto realizar suas aulas práticas. Isso é importante para que os alunos consigam vivenciar a teoria na prática”, explica a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato.

De acordo com Erlon Paulo Gonçalves, responsável pelo horto, cada cidadão tem direito a cinco mudas por mês. “Além da doação de mudas para a população, também as utilizamos no plantio de instituições do município. O parque é um laboratório vivo onde se produz conhecimento científico para a melhoria da qualidade de vida da população. Além de proteger espécies de animais e de plantas, é um verdadeiro oásis, que garante lazer, educação ambiental e os demais serviços ecossistêmicos essenciais ao bem-estar da população”, conta.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.