Fiscalização apreende 81 quilos de carne sem procedência em Criciúma

Ação promovida pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) reuniu Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Secretaria da Fazenda

Foto: Lucas Colombo/DN

- PUBLICIDADE -

Matheus Reis

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Pelo menos seis bares, lanchonetes e restaurantes da região central de Criciúma passaram por uma fiscalização integrada, nesta quarta-feira, 04. A ação promovida pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) reuniu Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Secretaria da Fazenda para orientar comerciantes a regular situações que, muitas vezes, põe em risco seu próprio cliente.

Em um dos locais, a Vigilância Sanitária apreendeu 81 quilos de carnes variadas. Os produtos não tinham procedência e estavam fora do prazo de validade. O local receberá a infração nos próximos dias e terá 15 dias para manifestar a sua defesa.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Criciúma, Dioni Pereira de Borba, que comanda a ação, os estabelecimentos, em sua maioria, apresentam irregularidades. “Alguns deles estão em situação crítica. Em um dos casos não havia nenhum tipo de alvará, além da periculosidade de fios que podem gerar um incêndio a qualquer momento”, alerta Borba.

A fiscalização, de acordo com o policial civil da delegacia regional de Criciúma Francis Carlos Mezzari, analisou, sobretudo, os alvarás da Polícia Civil que regulamenta a venda de bebidas alcoólicas e liberação de som e horários; da prefeitura, que determina o zoneamento do local e se ele pode funcionar ali; o do Corpo de Bombeiros, que analisa as condições estruturais e o alvará da vigilância sanitária, que confere a situação alimentícia.

Defesa Civil

Todos os estabelecimentos foram intimados.

Vigilância Sanitária

Cinco receberam intimação, um estava regular e um receberá infração.

Secretaria Municipal da Fazenda

Três estabelecimentos estavam regulares e três receberam intimação.

Corpo de Bombeiros

Cinco regulares e um intimado.

Polícia Civil

Todos os estabelecimentos foram intimados.

 

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.