Criciúma: Sicredi disponibiliza R$ 8,2 bilhões em crédito rural

Com foco em pequenos e médios produtores, liberação de crédito agrícola nos primeiros quatro meses do Plano Safra 2018/19 pela instituição financeira cooperativa foi 22% maior em relação ao mesmo período do ano passado (julho a outubro de 2017)

- PUBLICIDADE -

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 3,9 milhões de associados e atuação em 22 estados brasileiros – mantém o objetivo de contribuir de forma concreta para o incentivo e crescimento ao agronegócio. De julho a outubro deste ano, a instituição já disponibilizou R$ 8,2 bilhões em crédito rural entre custeio, comercialização, industrialização e investimento, 22% a mais do que no mesmo período da safra anterior (2017/18).

Para operações de investimentos, o Sicredi liberou, entre julho e outubro, R$ 1,3 bilhão, montante 85% superior ao mesmo período da safra anterior. Já em custeio, o incremento foi de 17% nas liberações, correspondendo a um total aplicado de R$ 6,4 bilhões. Outros R$ 500 milhões foram liberados para operações de comercialização e industrialização.

- PUBLICIDADE -

Os pequenos e médios produtores rurais continuam sendo o principal foco atendido pelo Sicredi: 83,78% das operações realizadas foram direcionadas a esses públicos.

“Essas informações são parciais e nacionais, mas reforçam a forte atuação que o Sicredi possui no agronegócio brasileiro. Esse segmento está no nosso DNA, nas nossas origens”, afirma Aloísio Westrup, presidente da Sicredi Sul SC. “Na região sul de Santa Catarina, estamos avançando no trabalho junto ao setor. Vale ressaltar que ao tomar o recurso na instituição financeira cooperativa, o associado contribui não só para o crescimento do seu agronegócio, como também para o crescimento da cooperativa de crédito e, como consequência, para o desenvolvimento local”, acrescenta Erli Silveira Lima, diretor da Instituição na região.

No âmbito do PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), as concessões de crédito rural também registraram incremento de 22% em relação ao período de julho a outubro do ano passado, atingindo R$ 2,3 bilhões. Já no PRONAMP (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural), o crescimento na concessão de crédito rural chegou a 36% no período, equivalente a R$ 1,7 bilhão, em comparação com julho a outubro de 2017.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.