Criciúma: por risco de fuga, saída de preso da Penitenciária é revogada

Por meio de investigações realizadas pelo setor de inteligência da Polícia Militar, foi apurada a informação de que estaria em curso uma ação para levá-lo de Florianópolis para o Paraguai

Foto: Flávio Tin
- PUBLICIDADE -

Criciúma

A decisão de saída temporária do réu S.S., vulgo Neném da Costeira, concedida na quarta-feira, 5, foi revogada na tarde desta quinta-feira, 6, pela juíza Débora Driwin Rieger Zanini, da Vara de Execuções Penais da Comarca de Criciúma.

- PUBLICIDADE -

Por meio de investigações realizadas pelo setor de inteligência da Polícia Militar, foi apurada a informação de que estaria em curso uma ação para levá-lo de Florianópolis em fuga para o Paraguai. Além disso, a tornozeleira eletrônica, que o preso deveria utilizar como condição imposta pela magistrada para a saída, seria retirada por uma pessoa contratada pelo grupo, burlando o monitoramento.

O réu possui condenação total de 39 anos e oito meses e já cumpriu 14 anos e quatro meses de prisão. Esta seria a primeira saída temporária conferida a ele após todos estes anos no sistema prisional.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.