Criciúma: fiscalização eletrônica volta a funcionar amanhã

Radares de velocidade entrarão em funcionamento a partir de quarta-feira, a princípio, em caráter educativo

- PUBLICIDADE -

Os motoristas precisam ficar atentos à fiscalização eletrônica em Criciúma, a partir de hoje. Os radares já estarão multando os carros que pararem sobre as faixas de pedestres e passarem o sinal vermelho. Além disso, o sistema OCR, tecnologia que verifica placas de veículos em tempo real, também estará ligado. Os três equipamentos compreendem 71 faixas das 199 instaladas no município. Já os controladores de velocidade estarão ativos a partir da meia noite, mas em caráter educativo. Na mesma data inicia o trabalho de aferição do Inmetro que será concluída em dezembro.

A decisão foi discutida em reunião realizada na tarde de ontem, na Sala de Atos do Paço Municipal, pelo prefeito Clésio Salvaro com representantes da empresa Focalle Engenharia Viária, responsável pela instalação dos equipamentos, Departamento de Trânsito e Transportes (DTT), Procuradoria Geral e Polícia Militar. “O propósito não é multar ninguém, o que deseja o Governo do Município de Criciúma é que o cidadão ande com o carro em dia, que respeite a faixa de pedestre, a velocidade e o pedestre. É preciso que o cidadão respeite o regramento do transito”, reforçou o prefeito.

- PUBLICIDADE -

Com a volta à normalidade, a fiscalização vai auxiliar na segurança dos pedestres e dos condutores, além de oferecer mais segurança a toda a população, tendo em vista que os 12 equipamentos OCR fiscalizam em tempo real, veículos com licenciamento atrasado ou até com registro de furto. “Por se tratar de segurança pública, o controle e monitoramento dos equipamentos de OCR será realizado pela Polícia Militar. Ele poderá ser usado em uma ocorrência simples ou até em casos de furto ou tráfico de drogas”, afirmou o diretor da Diretoria de Trânsito e Transportes (DTT), Gustavo Medeiros.

Confira a matéria completa na edição do Diário de Notícias de terça-feira, 4.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.