Criciúma: desconto no preço da gasolina não é repassado ao consumidor

Sindicato dos postos de combustíveis esclarecerá situação ao órgão em reunião marcada para sexta-feira, 30

- PUBLICIDADE -

Após a divulgação do ranking do preço da gasolina, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Criciúma, continua o trabalho de fiscalização nos postos de combustíveis. Desta vez, o órgão quer saber por que os descontos nas refinarias da Petrobrás não chegam ao consumidor final. Uma reunião será realizada nesta sexta-feira, 28, entre o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina (Sindipetro/SC), representante dos postos, e o Procon para discutir a situação.

O coordenador do Procon, Gustavo Colle, explica que apesar das constantes cobranças, também é necessário ouvir o Sindicato para entender a situação dos postos de gasolina. “Vamos ouvir o outro lado. O presidente do Sindipetro já informou que uma das causas seria o preço do Etanol que está elevado, mas nessa reunião esclareceremos todas as dúvidas”, comenta.

- PUBLICIDADE -

Confira a matéria completa na edição do jornal Diário de Notícias de quinta-feira, 29.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.