Criciúma: Apenas 14 vereadores eleitos permanecem na Câmara

Dos 17 que foram mais votados, um se licenciou, outro renunciou antes de perder mandato e um foi cassado pelo TRE-SC

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Matheus Reis

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Dos 17 vereadores eleitos pela população de Criciúma nas eleições proporcionais de 2016, três deles não ocupam mais a cadeira na Câmara: Arleu da Silveira (PSDB), que foi o mais votado, com 3.431 votos; Daniel Freitas, que hoje está no PSL, mas foi escolhido quando ainda era do PP, que recebeu 3.423 votos; e Moacir Dajori (PSDB), que fez 1.944 votos.

Com as mudanças, outros nomes assumiram o lugar vago. Uma nova alteração deve ocorrer até a próxima semana. Isto porque Roseli de Lucca (PSDB) deve se apresentar à Mesa Diretora, já que foi convocada para ocupar o lugar deixado pelo vereador Moacir Dajori, que teve seu mandato cassado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ/SC).

Entenda a dança das cadeiras na Câmara de Vereadores de Criciúma na reportagem da edição desta quinta-feira, 9, no Jornal Diário de Notícias

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.