Criciúma: alunos da Unesc realizam Enade 2018

Unesc também sediou o Exame em Criciúma

- PUBLICIDADE -

Mais de 800 acadêmicos da Unesc realizaram neste domingo, 25/11, as provas do Exame Nacional de Desempenho – Enade 2018. As provas iniciaram as 13h30, no bloco R da Unesc, onde acadêmicos de outras instituições de ensino superior da região também fizeram o exame. Ao todo foram aproximadamente 1.500 alunos.

A Unesc mobilizou uma grande estrutura para receber os acadêmicos concluintes dos seus cursos, incluindo camisetas, lanches e o apoio dos professores, coordenadores e gestores da universidade. O Exame iniciou às 13h30 e os participantes tiveram quatro horas para resolver as questões propostas. O acadêmico da última fase de Direito da Unesc, Marcus Caetano, acredita que o exame é muito importante para medir a qualidade do curso. “É um certificado pós-curso, para quem vai ingressar no mercado, mostrando a qualidade da sua formação”, analisa.

- PUBLICIDADE -

A Pró-Reitora Acadêmica da Unesc, Indianara Toretti, conta que a expectativa para ao resultado das provas é positiva. “Todos se preparam bastante e o Enade é reflexo de um trabalho de toda a formação acadêmica, desde o início até o final do curso superior”, observa. A Reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, analisa que a prova, por ser uma avaliação nacional e um requisito de avaliação dos cursos e das instituições, é muito importante sob a ótica da formação universitária. “Como a prova é única em âmbito nacional, a avaliação que os nossos alunos recebem também nos possibilita reconduzir os nossos cursos, nossas matrizes curriculares e o nosso próprio sistema pedagógico do processo de ensino e aprendizagem, de modo a ser coerente com o que está posto em nível nacional”, salienta.

Ao longo do ano a Unesc realiza o fortalecimento dos conteúdos que fazem parte do Enade. Uma das ações inclui a preparação para as provas. No projeto “Quem se prepara valoriza a sua formação” são realizadas aulas temáticas, produção e interpretação de textos e estudo dos exames anteriores por áreas. Os alunos que participam e obtém aproveitamento acima de 60% na prova concorrem a bolsas de estudo de especialização e mestrado. O Diretor de Ensino da Unesc, Marcelo Feldhaus, explica que o exame tem sido uma ferramenta de aferição da qualidade dos cursos e os resultados divulgados têm colocado os cursos da Unesc em posição muito boa.

O objetivo do Enade é aferir o desempenho dos estudantes em relação a conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. Conforme dados do INEP, ligado ao Ministério da Educação, o exame é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por uma prova para avaliação individual de desempenho do estudante e um Questionário do Estudante, encerrado no último dia 21. A participação na prova e o preenchimento do Questionário são pré-requisitos para a colação de grau dos concluintes habilitados ao Enade 2018. As provas têm quatro horas de duração e 40 questões, sendo 10 itens de Formação Geral, comum aos cursos de todas as áreas, e 30 questões de Componente Específico.

Conforme o INEP nesta edição do Enade estão inscritos mais de 550 mil estudantes concluintes de bacharelados e licenciaturas em Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins; e em cursos superiores de tecnologia em Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.