Comitiva busca respostas sobre Case Sul em Florianópolis

O presidente do TJ/SC, Rodrigo Collaço foi quem convocou a reunião que contará, inclusive, com a presença de moradores da região do bairro São Domingos

Foto: Ademir Honorato
- PUBLICIDADE -

Matheus Reis

Florianópolis

- PUBLICIDADE -

Uma comitiva vai nesta quinta-feira, 9, até o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ/SC), em Florianópolis, para tratar das medidas compensatórias prometidas pelo Estado quando foi autorizada a construção do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Sul, em Criciúma. O presidente do TJ/SC, Rodrigo Collaço foi quem convocou a reunião que contará, inclusive, com a presença de moradores da região do bairro São Domingos. O prefeito Clésio Salvaro (PSDB), os vereadores Julio Colombo (PSB), Miri Dagostin (PP), Ademir Honorato (MDB) e Geovana Zanette (PSDB) comandando o grupo. O encontro deve ter, ainda, a presença do secretário de Estado da Justiça e Cidadania Leandro Antônio Soares Lima

Entenda: Salvaro disse que não libera alvará

Salvaro anunciou em julho que não vai liberar o alvará de funcionamento do Case Sul porque o Estado não cumpriu o que prometeu em audiência pública com a comunidade.
Secretaria de Estado e Justiça e Cidadania, por sua vez, anunciou em nota oficial que se comprometeu apenas a receber os projetos e encaminhá-los ao Governo do Estado, não colocá-los em prática. “No entanto, é preciso esclarecer que o funcionamento do CASE Sul e a manutenção da unidade é que irão garantir que obras futuras sejam realizadas naquela região”, diz a nota.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.