Centro de Inovação: Estado garante convênio de R$ 9,3 milhões para obra

O processo licitatório fica por conta da Prefeitura de Criciúma. Expectativa de inauguração é final de 2019

Foto: Reprodução DOE
- PUBLICIDADE -

 

Matheus Reis

- PUBLICIDADE -

Criciúma

O convênio de aproximadamente R$ 9,3 milhões para a construção do Centro de Inovação de Criciúma foi publicado no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do Estado de sexta-feira, 6. O DOE foi divulgado, no entanto, na noite de segunda-feira, 9. Na semana passada o presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin, e o presidente do Comitê de Implantação do Centro de Inovação de Criciúma, Mário Gaidzinski, estiveram em Florianópolis para cobrar agilidade junto do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável Adenilso Biasus.

Mesmo com a garantia de que a verba viria, a assinatura ainda na sexta-feira foi uma surpresa. A expectativa da Acic apontava que o Governo do Estado enviasse a verba por meio da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Criciúma, já que o prazo para novos convênios com Municípios encerrou na sexta-feira devido ao período eleitoral. Contudo, como aponta o DOE, o convenente do termo de convênio nº 2018tr007791 é o Município de Criciúma. “Quando estivemos lá na quarta-feira nos disseram que estavam buscando verba, já que ela não viria mais pelo PAC. A solução apontada foi convênio por meio da ADR com verba do tesouro do Estado. Mas o que importa é que agora a obra anda”, destaca Dagostin.

Obra pronta até final de 2019

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável Adenilso Biasus estima que a obra fique pronta até o final de 2019 e reitera que a verba só saiu porque esta é uma prioridade do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB). “A região Sul é de grande importância no contexto de inovação no estado. Por ser uma região estratégica, o governador não mediu esforços para ver a obra começar ainda neste ano”, pontua Biasus.

Assim como o de Criciúma, outros 12 centros são construídos em Santa Catarina. Em Lages e Jaraguá do Sul eles já foram inaugurados.

Os locais contam com incubadora, aceleradora, coworking, laboratórios de ponta, orientação/mentoria para empreendedores, Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), eventos com escopo em inovação, centro de treinamento e diversos espaços de convivência.

O presidente da Acic ressalta como a região tem a ganhar com isto. “Este é um fomento para a nova matriz econômica de Criciúma. Já existem empresas de tecnologia e inovação aqui, mas o centro vem ampliar as possibilidades de negócios, que claro, também irão gerar emprego e renda”, comemora Dagostin.

Prefeitura faz processo licitatório

A prefeitura de Criciúma deve ficar responsável pelo processo licitatório que definirá a empresa que construirá o Centro. De acordo com o prefeito Clésio Salvaro (PSDB), assim que a descentralização da verba for feita, o Município inicia a licitação. “Fizemos a nossa parte e estamos aptos para tocar o Centro de Inovação adiante. O esforço que fizemos foi positivo junto da Acic e da Unesc”, avalia Salvaro.

O local será construído em terreno localizado na Rodovia Jorge Lacerda e terá quase de cinco mil metros quadrados com quatro pavimentos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.