A bomba relógio do CriciúmaPrev

Audiência pública em abril vai discutir a atual situação do fundo de previdência do município

Arquivo DN
- PUBLICIDADE -

Denis Luciano

Criciúma 

- PUBLICIDADE -

A Câmara vai promover, no dia 25 de abril, uma audiência pública para debater a situação do CriciúmaPrev. O fundo de previdência do município enfrenta problemas de caixa. “Temo que no futuro, em vez de receber o aposento, os beneficiários recebam parcelas”, comenta o vereador Zairo Casagrande (PSD).

O vereador Júlio Kaminski (PSDB) propôs e a Câmara aprovou um requerimento solicitando ao prefeito Clésio Salvaro (PSDB) um relatório completo sobre as atuais condições bem como os parcelamentos assumidos pelo fundo. “Sabemos que desde abril não vem sendo feito o recolhimento da parcela patronal pelo município, o que vinha resultando em um déficit mensal de ao menos R$ 2 milhões. É uma bola de neve que só aumenta”, ratifica o parlamentar, também preocupado com a sustentação do fundo de previdência do município.

Confira mais detalhes na página 7 do Diário de Notícias desta sexta-feira, na coluna Gente da Gente.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Denis Luciano
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.