Falta do cinto de segurança e alta velocidade gera maior número de infrações

Uma média de 120 autuações por dia nas rodovias de responsabilidade da Polícia Militar Rodoviária (PMRs) de Içara pela falta do uso do sinto de segurança em veículos de passeio.

Foto: ilustrativa
- PUBLICIDADE -

A falta do uso de cinto de segurança por passageiros de veículos de passeio ainda continua gerando grande número de multas. Uma média de 120 autuações por dia nas rodovias de responsabilidade da Polícia Militar Rodoviária (PMRs) de Içara. Outra infração é a velocidade acima do permitido. Na última quinta-feira, dia 2, por exemplo, policiais com o radar móvel multaram 131 motoristas acima de 80km/h na SC-445, SC-447, SC-285, SC-449 e SC-108 (Içara, Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Araranguá, Meleiro, Turvo, Ermo e Jacinto Machado).

“Ainda é frequente flagramos motoristas e passageiros sem o cinto de segurança, inclusive os caroneiros do banco de trás, que acham não ser necessário usá-lo. Outra infração e a velocidade. Em rodovias estaduais a máxima é de 80km/h. E hoje a multa é alta. A grave custa quase R$ 200, perdendo cinco pontos na carteira. A gravíssima custa R$ 293,47”, diz o sargento, Adriano Silveira Feliciano.

- PUBLICIDADE -

Conforme o sargento da PMR, o uso do celular também é uma falta constante. “Em um dos dias desta semana autuamos mais de 15 motoristas na fila de trânsito usando celular. As pessoas devem se conscientizar. Somente o fato de estarem segurando o aparelho telefônico já gera multa”, explica.

Faróis acesos

A desatenção à nova lei de manter o farol acesso do veículo ao trafegar nas rodovias estaduais e federais também continua pesando no bolso dos motoristas. Somente na sexta-feira, dia 03, foram autuados em torno de 40 pessoas na SC-445, SC-447, SC-285, SC-449 e SC-108 (Içara, Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Araranguá, Meleiro, Turvo, Ermo e Jacinto Machado).

“Muitos motoristas estão usando a lanterna. O correto e exigido é o farol baixo”, orienta o sargento, Adriano Silveira Feliciano. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13. Em novembro, o valor deve subir para R$ 130,16.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Francis Leny
Em: Içara

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.