Polícia Civil identifica suspeitos de estelionato contra casal de gaúchos

Os estelionatários abordaram as vítimas informando que o carro teria problemas mecânicos

Foto: Reprodução Notisul.
- PUBLICIDADE -

Gravatal 

A Polícia Civil de Gravatal identificou uma dupla suspeita de cometer um golpe contra um casal de turistas gaúchos que visitava o município de Gravatal.

- PUBLICIDADE -

O crime ocorreu da seguinte forma: os suspeitos colocaram bolas de gude na rodovia. Ao passar pelo local, o casal escutou barulhos estranhos no veículo. Os estelionatários abordaram as vítimas informando que o carro teria problemas mecânicos. O casal acabou parando o automóvel no acostamento. Os estelionatários usavam camisas de uma marca de produto automotivo e se apresentaram como mecânicos.

Eles se ofereceram para “identificar o problema do veículo”. Os “supostos mecânicos” alegaram que o veículo teria um problema pontual oferecendo-se para fazer o conserto. O casal ficou com medo e acabou pagando o valor de R$ 1.000 para consertar o veículo. Os “golpistas” inclusive acompanharam o casal até o banco para que se fizesse o saque. No dia seguinte aos fatos, os turistas foram até uma mecânica confiável e no local souberam que nenhuma peça foi trocada no carro. Só então, o casal de turistas teve ciência de que tinha caído no “golpe”. O casal procurou a Delegacia de Polícia de Gravatal e registrou a ocorrência.

As investigações:  Durante as investigações, os Policiais Civis da Delegacia de Polícia de Gravatal foram informados de que dois homens, de 45 anos e 24 anos, teriam sido presos na região de Araranguá acusados de um golpe semelhante. Os indivíduos seriam parentes (tio e sobrinho) e usavam camisetas iguais as usadas no dia do golpe contra os turistas gaúchos em Gravatal.

A constatação de eram os mesmos envolvidos ocorreu após a Polícia Civil verificar imagens de circuitos de TVs que flagraram a ação dos criminosos. Um inquérito está sendo instaurado na Delegacia de Gravatal e os acusados devem ser indiciados pelo crime de estelionato. Eles seguem detidos no Presídio Regional de Araranguá. As investigações foram realizadas pelos Policiais Civis de Gravatal e contaram com o apoio de Policiais Civis de Araranguá  e Tramandaí (RS), sendo coordenadas pelo Delegado Willian Antonio Meotti.

Alerta: A Polícia Civil alerta a população para este tipo de golpe. Em caso de suspeita de fraude a polícia deve ser acionada imediatamente. Caso alguma vítima identifique que também caiu em golpe semelhante, orienta para que procure a Delegacia de Polícia Civil mais próxima para eventual reconhecimento dos suspeitos.

Fonte: Notisul

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Gravatal

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.