Operação “Favela do Ucca” combate o tráfico em Araranguá

- PUBLICIDADE -

A Polícia Civil do Vale de Araranguá desencadeou hoje, por volta das 6 horas, a operação “Favela do Ucca”, para o combate ao tráfico de drogas. A operação foi comandada pelo delegado Lucas Fernandes da Rosa, coordenador da Divisão de Investigação Criminal de Araranguá, e contou com o apoio de aproximadamente 30 policiais de Turvo, Timbé do Sul, Jacinto Machado, Sombrio, Araranguá, DPCAMI, DPMU de Maracajá, DIC e Central de Polícia. Também deram apoio o  Aeropolicial – SAER da Polícia Civil de Criciúma e o K9 do DEAP de Criciúma.

Segundo delegado Lucas Fernandes da Rosa, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em residências localizadas na Favela do Ucca, no bairro Divinéia, em Araranguá, resultando em duas pessoas presas e um adolescente apreendido.

- PUBLICIDADE -

Durante os trabalhos, os policiais civis encontraram e apreenderam uma réplica de espingarda calibre .12, crack, cocaína, maconha, munição ponto 40 (de uso restrito) e uma placa que indica a participação em organização criminosa.

Além destes objetos apreendidos, na casa de uma mulher de 46 anos, os policiais apreenderam 119 pedras de crack. Ela foi presa em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Conforme o delegado, a mulher admitiu estar comercializando drogas há alguns meses. “Na casa desta foram apreendidas essas pedras prontas para venda, sendo que as porções eram separadas de R$ 10 e pacotes de R$ 100”, explicou a autoridade policial.

Adolescente envolvido

Ainda conforme o delegado, há uma casa localizada no centro da Favela do UCCA, que está vazia, sendo utilizada por um adolescente de 17 anos para realização do tráfico de drogas. Já na casa deste adolescente, os policiais também encontraram crack e munição de ponto 40, que é de uso restrito. Ele foi autuado em ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e posse ilegal de munição de uso restrito.

Também foi preso durante a operação um jovem de 19 anos, com inúmeras passagens policiais quando adolescente. Na casa dele os policiais também encontraram entorpecentes e acabou preso em flagrante pelo crime de tráfico.

Um homem que a polícia está buscando identificação, o qual morava em uma casa nos fundos deste adolescente, acabou fugindo quando da investida policial. Nesta residência, os policiais encontraram porções de crack, que estavam escondidos já em porções prontas para venda, uma porção de cocaína e, atrás de uma janela, a réplica de espingarda calibre 12, que segundo o delegado Lucas, está sendo usada para a realização de assaltos a estabelecimentos comerciais e pessoas, na cidade de Araranguá.

Também participaram e deram apoio nesta operação contra o tráfico de drogas os delegados Jair Pereira Duarte, titular da DPCAMI, Bruno Pereira Fernandes, de Turvo, Marlon Bosse da Central de Polícia e Vandilson Moreira da Silva, da 1ª Delegacia de Polícia de Araranguá.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.