IML aponta redução nos homicídios, porém elevação em vítimas de acidentes de trabalho

A maior redução está no número de homicídios, que passou de 35, na Região Carbonífera, e 21 em Criciúma, para 23 e 11, respectivamente

Foto: Camila Marini/DN
- PUBLICIDADE -

A Região Carbonífera apresentou redução nas mortes no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período em 2016. Enquanto até o dia 30 de junho do último ano, 138 pessoas haviam perdido a vida em diferentes situações, em 2017, 110 pessoas morreram nos 12 municípios da Amrec.

A maior redução está no número de homicídios, que passou de 35, na Região Carbonífera, e 21 em Criciúma, para 23 e 11, respectivamente. Contudo, houve aumento no registro de acidentes de trabalho. Se no último ano foram oito em toda a região, sendo três em Criciúma, nos primeiros seis meses de 2017, este número passou para 25 na Amrec, e 12 em Criciúma.

- PUBLICIDADE -

A matéria completa você confere na edição desta segunda-feira, do Diário de Notícias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.