Homem é detido após agredir policiais militares em Lauro Müller

Homem investiu contra policiais durante uma operação de trânsito

- PUBLICIDADE -

Durante uma operação de trânsito, em Lauro Müller, a Polícia Observou o condutor de um Prisma indo em alta velocidade em direção às guarnições. O homem foi abordado pelos policiais, mas a vítima começou a reclamar da abordagem e fugiu em alta velocidade, ignorando o trabalho dos policiais.

Dessa forma, as guarnições iniciaram o acompanhamento tático. O condutor do veículo parou em frente à própria residência, quando mais uma vez os policiais pediram a habilitação do condutor. O homem jogou os documentos em cima do banco, ignorando o trabalho da Polícia Militar. As guarnições pediram para que ele esperasse, porém, o criminoso entrou em casa e fechou o portão, afirmando que ali ninguém poderia entrar.

- PUBLICIDADE -

Contudo, perante o flagrante, o homem recebeu voz de prisão. Neste momento, ele iniciou uma sequência de socos contra um policial, que teve pequenos arranhões. O condutor, então, foi imobilizado, mas resistia quando os policiais tentavam lhe por a algema.

Ao observar a situação, um vizinho do homem, junto a familiares, envolveu-se na ação e investiu contra os policiais. Ele acertou um soco no rosto de outro policial e foi necessário solicitar o apoio das guarnições de Orleans.

O vizinho da vítima fazia algazarras e investia contra os policiais por meio de palavras. Por perturbar o trabalho da Polícia Militar ele também foi encaminhado à delegacia. Durante a ação, os policiais tiveram equipamentos danificados e o fardamento extraviado. A viatura também foi danificada. Na delegacia, foi efetuado o teste de etilômetro, o que constatou que o condutor havia ingerido bebida alcoólica.

Um Termo Circunstanciado foi confeccionado contra os envolvidos, que foram liberados. O condutor do veículo já esteve preso por envolvimento em homicídio.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Lauro Müller

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.