Exército encaminha dono de Caça e Pesca à delegacia

Durante fiscalização de rotina do Exército, foi constatada venda de arma com irregularidade

Foto: Suelen Bongiolo/DN
- PUBLICIDADE -

O que era para ser uma fiscalização de rotina do 9º Grupo de Artilharia e Campanha (GAC) acabou com a condução do proprietário de uma loja de Caça e Pesca à Central de Plantão Policial. Durante a averiguação, o exército encontrou irregularidades na venda de uma das armas.

O proprietário do estabelecimento, situado no bairro Próspera, teria repassado uma espingarda calibre 20 que não possuía comprovante de origem. Como a situação não foi flagrante, o homem já foi liberado e passará a responder um inquérito policial

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.