Envolvidos em homicídio em Orleans são denunciados pelo Ministério Público

A Promotoria entendeu que os dois jovens, de 25 anos, devem responder por homicídio qualificado, por motivo fútil, e porte ilegal de arma de fogo

- PUBLICIDADE -

Os envolvidos no homicídio de Robson Ribeiro Laurindo, registrado em maio em Orleans, foram denunciados pelo Ministério Público. A Promotoria entendeu que os dois jovens, de 25 anos, devem responder por homicídio qualificado, por motivo fútil, e porte ilegal de arma de fogo. Ambos estão reclusos no Presídio Santa Augusta, em Criciúma, após serem capturados na região metropolitana de Curitiba, no Paraná, e agora aguardam a manifestação do Judiciário.

O pai de um dos criminosos também foi denunciado pelo porte ilegal de arma de fogo. O homem teria ido a Braço do Norte buscar a arma utilizada no crime e entregou-a aos dois então foragidos, no Paraná.

- PUBLICIDADE -

Robson teria sido morto a tiros ao tentar defender um amigo, que teria sido provocado pelos criminosos, retirados de uma casa noturna. Com promessas de vingança, a dupla deixou Orleans em um Audi e seguiu a Braço do Norte no intuito de buscar um revólver calibre. 38. Na sequência, os dois retornaram à cidade e passaram a circular pelo local do evento, até que alvejaram a vítima e fugiram ao Paraná.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Orleans

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.