Embriagado, homem investe contra policiais

Fato ocorreu em Orleans, após piloto de motocicleta desobedecer ordem de parada da Polícia Militar e empreender fuga

- PUBLICIDADE -

Em rondas pela Estrada Geral do bairro Barra do Rio Novo, em Orleans, a Polícia Militar deparou-se com um homem suspeito conduzindo uma motocicleta, nas proximidades de um posto de combustíveis. Ao perceber que seria abordado, o piloto empreendeu fuga em alta velocidade, quase caindo e batendo em outros veículos, sem obedecer os sinais luminosos e sonoros efetuados pela guarnição.

O motociclista foi novamente localizado na Avenida Getúlio Vargas, seguindo em direção ao bairro João Paulo II. No local, ele fazia “zerinhos” e trafegava de forma perigosa. Ele continuou a fuga, ao avistar novamente a Polícia Militar entrou no terreno de uma residência, a fim de tentar esconder a motocicleta.

- PUBLICIDADE -

A ação foi flagrada pela guarnição, que realizou a abordagem. Mesmo assim, ele tentou correr para os fundos da casa e pulou o muro. Durante a perseguição pelo bairro, ele chamou os policiais de palavras de baixo calão e foi cercado pelos soldados.

O homem continuou não obedecendo os comandos dos policiais e ainda ameaçou agredir a guarnição. Para tentar impedir o piloto, a guarnição efetuou um disparo, com munição de elastômero, a mais de 20 metros de distância. Mesmo assim não foi suficiente para pará-lo, pois ele começou a correr em direção ao soldado que estava mais perto.

Para resguardar a integridade física do companheiro, já que não havia sido realizada a revista pessoal do homem que vestia um moletom escuro, outros dois disparos com munição de elastômero foram efetuadas, o que atrasou o homem, já que um deles lhe atingiu as costas, causando-lhe dor.

Em visível estado de embriaguez, ele resistiu à imobilização e ao algemamento, que só foi possível com emprego de dois policiais. Por causa da aglomeração de moradores, foi necessário chamar reforço de outras guarnições. A motocicleta foi recolhida, porque apresentava débitos de licenciamento. O homem foi levado ao hospital para tratar as lesões provocadas pela munição de elastômero. Em seguida foi encaminhado à delegacia, onde o teste com o etilômetro foi realizado, resultando em 0.34 mg/l, o que configura o crime de embriaguez na direção de veículo automotor.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Orleans

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.