Criciúma é a segunda região do Estado com mais incêndios em vegetação

Ao todo, foram 206 ocorrências, sendo 25% delas concentradas nas regiões de Chapecó e Xanxerê

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Com o tempo seco e sem chuvas, o volume de incêndios florestais combatidos pelo Corpo de Bombeiros em todo o Estado foi alto. Ao todo, foram 206 ocorrências, sendo 25% delas concentradas nas regiões de Chapecó e Xanxerê.Neste ano, os números já chegam a 1.006 casos registrados.

A segunda região do estado mais atingida por incêndios em vegetação nesta semana foi Criciúma. Na grande Florianópolis, nos Batalhões de São José e da Capital as ocorrências ao longo da semana são de 10% em cada região, do total de casos registrados no estado. As áreas mais atingidas na ilha foram no Rio Vermelho e Rio Tavares, já em São José, os focos foram concentrados em terrenos às margens da rodovia BR 101.

- PUBLICIDADE -

O aumento nos casos de incêndios florestais e em vegetação se devem a uma soma de fatores climáticos e de ação humana. Entre os fatores de clima, destacam-se a baixa umidade relativa do ar, com um período de estiagem em todo estado. Outro fator agravante foi a onda de frio que se abateu por Santa Catarina no início do mês.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.