Sinpol-SC pede que população não procure delegacias e Detran nesta sexta-feira

Policiais civis da Região se reúnem em ato pela manhã em frente à 6ª Delegacia Regional de Polícia de Criciúma (Detran) e depois se unem a demais trabalhadores em Greve Geral

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Bruna Borges

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina (Sinpol-SC) pede que a população evite, nesta sexta-feira, 28, dia de Greve Geral, ir às delegacias para registro de Boletins de Ocorrência (BOs), entre outros serviços, assim como ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), para solicitação de documentos. Isto por que os policiais civis estarão aderindo à paralisação e às manifestações contra as reformas trabalhista e previdenciária do Governo Michel Temer. “As delegacias funcionarão, mas para cuidar dos crimes graves. Pedimos que as pessoas deixem para fazer estes procedimentos administrativos num outro dia”, orienta o diretor de Comunicação do Sinpol-SC e agente da PC, Arildo Mezzari.

Ato em frente ao Detran

Policiais civis da Região se reúnem em ato pela manhã, às 8h, em frente à 6ª Delegacia Regional de Polícia de Criciúma (Detran de Criciúma) e depois terão a opção de se unirem aos servidores públicos, sindicalistas e demais trabalhadores, que sairão do terminal de ônibus do bairro Pinheirinho, às 8h, e seguirão caminhando pela Avenida Centenário, com faixas e cartazes, até o terminal central. Os manifestantes irão em seguida para a Praça Nereu Ramos, onde ficarão até às 16h explicando à população sobre as reformas em debate e votação no Congresso Nacional.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.