Serra da Rocinha: lado gaúcho da rodovia deverá ser licitado em julho

Notícia de que está em estudo dentro do governo federal a revisão do corte orçamentário para o Ministério dos Transportes foi repassada a lideranças políticas na tarde desta terça-feira, 16

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Brasília

Lideranças políticas gaúchas e catarinenses comemoraram na tarde desta terça-feira, 16, a informação do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Valter Casimiro Silveira, de que será revisto o corte no orçamento a fim de manter obras em rodovias do Rio Grande do Sul. O descontingenciamento beneficiará as BRs 116, 158, 285 e travessia urbana de Santa Maria.

- PUBLICIDADE -

Para a BR-285, que está com as obras encaminhadas no lado catarinense, está prevista a abertura de licitação para 8 quilômetros do trecho gaúcho, na região dos Campos de Cima da Serra, com valor estimado em R$ 40 milhões. A rodovia representa um importante elo entre a serra gaúcha e Santa Catariana.

Estudo será finalizado em 60 dias

No encontro articulado em Brasília pelo deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), o diretor-geral do Dnit afirmou que está em estudo dentro do governo federal a revisão do corte orçamentário para o Ministério dos Transportes. O estudo para a recomposição do orçamento deve ser finalizado dentro de 60 dias.

Segundo Jerônimo, a decisão se baseia no fato de que a paralisação de um projeto tem um custo muito maior do que manter o fluxo orçamentário.

O presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Conclusão das Obras de Duplicação das BRs 101 e 285, deputado federal Ronaldo Benedet (PMDB-SC), também participou da reunião.

Panorama da rodovia

A BR-285 é uma rodovia transversal que inicia em Araranguá (SC), atravessa a Serra da Rocinha (SC), a serra e o planalto gaúchos. Com extensão de mais de 650 quilômetros, passa por cidades gaúchas como Vacaria, Lagoa Vermelha, Gentil, Passo Fundo, Carazinho, Ijuí, São Luiz Gonzaga e termina em São Borja, na fronteira com a Argentina. Apenas 4% do total da extensão da rodovia faltam ser concluídos, sendo 8 quilômetros no território gaúcho (entre São José dos Ausentes e o limite territorial com o estado vizinho) e 22 em Santa Catarina (Serra da Rocinha até Araranguá).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.