Salvaro apresenta dívidas da Prefeitura

Ao todo, conforme apresentado, a dívida deixada para o novo governo é de R$ 115,6 milhões. Destes, a Prefeitura fez o pagamento de R$ 7 milhões, devendo ainda em torno de R$ 108 milhões

Foto: Marciano Bortolin/DN Sul
- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma

- PUBLICIDADE -

 O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) e integrantes da Administração de Criciúma apresentaram, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 6, as contas da Prefeitura referentes a 2016. Ao todo, conforme apresentado, a dívida deixada para o novo governo é de R$ 115,6 milhões. Destes, a Prefeitura fez o pagamento de R$ 7 milhões, devendo ainda em torno de R$ 108 milhões.

Durante o encontro, Salvaro assinou dois decretos na busca do equilíbrio as contas. Um deles, quebra a ordem cronológica de pagamento do saldo devedor e estipula o prazo de 180 dias para a criação de cronograma de pagamento dos R$ 108 milhões. “Com isso, a Prefeitura só vai gastar o que conseguir pagar. Neste prazo de seis meses saberemos melhor a situação da Administração e quanto estaremos arrecadando”, enfatiza.

Em outro decreto, o Município faz o contingenciamento em 40,81% do orçamento de 2017, ou seja, faz o retardamento de parte da programação de despesa em função da insuficiência de receitas. “A arrecadação de 2016 foi de R$ 560 milhões e a previsão para este ano é de R$ 600 milhões. Vamos gastar somente o que temos previsão real de arrecadar. Estamos tomando as medidas para melhorar a arrecadação sem aumentar os impostos”, diz o prefeito.

A reportagem completa você confere na edição do Diário de Notícias desta terça-feira.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.