Presidente da Casan vem a Siderópolis e anuncia água tratada para mais três comunidades

Projeto será concluído em agosto e obras devem estar prontas até o início do verão

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Siderópolis

As comunidades de Santa Luzia, São Martinho Alto e Alto Rio Maina terão rede de abastecimento de água da Casan e as obras devem ficar prontas antes do início do verão. O anúncio foi feito pelo presidente da estatal, Valter Gallina (PMDB), nesta quinta-feira, 27, em visita ao prefeito Hélio Cesa, o Alemão (PMDB), e ao vice-prefeito, Xande Feltrin (PMDB). “Já pedimos para atualizarem o projeto e queremos dar início às obras em setembro, com finalização prevista para o final do ano, antes do início do verão e das estiagens”, declarou o presidente, em resposta às solicitações feitas pelo prefeito em nome dos moradores. “Parte de Santa Luzia, Alto Rio Maina e São Martinho Alto não possuem água tratada e em períodos de estiagem o problema se agrava. Essas obras são importantíssimas para a continuidade do desenvolvimento e para a garantia de qualidade de vida”, afirmou o prefeito, que já havia encaminhado o pedido ainda no primeiro mandato.

- PUBLICIDADE -

Novas bombas à adutora

Além da novidade na ampliação da rede de abastecimento de água, Gallina confirmou a aquisição e a instalação durante o mês de agosto, das novas bombas para a adutora, que irão funcionar em sistema de revezamento e dirimir os problemas com os equipamentos existentes. “Além das bombas estamos fazendo um estudo para nova concepção no sistema de abastecimento e depois de concluído vamos buscar os recursos necessários para viabilizar essas melhorias, podendo inclusive, mudar parte da adutora”, acrescentou o presidente, que esteve no gabinete do prefeito acompanhado da vereadora Janete Trento.

Turismo e pavimentação até a Barragem

O prefeito Alemão aproveitou a visita do presidente e solicitou a continuidade da pavimentação até a Barragem do Rio São Bento e estudos da empresa para possível exploração turística. “Faltam sete quilômetros para serem pavimentados e gostaríamos do apoio para a continuidade. Também precisamos saber o que pode ser feito para aproveitarmos melhor o espaço e suas belezas. Resguardando nossa água, que é para consumo humano, acredito ser possível trazer mais turistas e visitantes e oferecer atrativos aliados à barragem”, explicou o prefeito.

De acordo com o presidente a exploração turística pode ser possível e colocou-se à disposição para parcerias. “Vamos construir um projeto e verificar sua execução. A região da barragem é lindíssima e merece ser melhor explorada”, garantiu Gallina. Sobre a continuidade da pavimentação, ele e o prefeito devem discutir a viabilidade juntamente com o vice-governador Eduardo Moreira (PMDB).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.