Na Alesc, deputado Minotto diz que sistema previdenciário é superavitário

Político, do Sul do Estado, defende que renúncias fiscais de empresas sejam cobradas pelo governo

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Florianópolis

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), que representa o Sul do Estado, afirmou em sessão da Assembleia Legislativa (Alesc), nesta quinta-feira, 18, que o sistema previdenciário, ao contrário do que diz o governo federal, é superavitário. “As receitas de 2015 totalizaram R$ 694 bilhões e as despesas R$ 683 bilhões, superávit de R$ 11 bilhões”, calculou Minotto, acrescentando que as renúncias fiscais causaram R$ 110 bilhões de prejuízo aos cofres da previdência e que a dívida das empresas chega a R$ 500 bilhões ao ano. “Por que o governo não cobra as dívidas?”, questionou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.