Morro da Fumaça: Juíza dá prazo de dois dias para apresentação de provas

Progressistas acusam os candidatos a prefeito Agnaldo Maccari (PSD) e a vice Renato Zaccaron (PMDB) na eleição de outubro de utilizarem servidores comissionados da Prefeitura para fazer propaganda eleitoral em horário de expediente

Foto: Marciano Bortolin/DN
- PUBLICIDADE -
Na audiência de instrução e julgamento da ação protocolada pelo PP de Morro da Fumaça contra os candidatos a prefeito Agnaldo Maccaril o Nado (PSD) e a vice Renato Zaccaron (PMDB), a juíza Bruna Canella Becker Búrigo deu prazo de dois dias para as partes apresentarem provas. Depois disso, o caso vai ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).
Os progressistas acusam os candidatos de utilizarem servidores comissionados da Prefeitura para fazerem propaganda eleitoral durante o expediente de trabalho.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Morro da Fumaça

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.