Governador em exercício autoriza licitação para primeiro trecho da SC-440, em Urussanga

Com a campanha ‘Sem asfalto não tem voto’, moradores das comunidades de Santana, Santaninha, Rio Carvão, Rio Carvão Baixo e Rio Carvão Alto fizeram pressão no Governo do Estado

Fotos: Jeferson Baldo / GVG/Especial/DN
- PUBLICIDADE -

Urussanga

O governador em exercício, Eduardo Moreira (PMDB), e o secretário da Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro (PMDB), autorizaram, nesta sexta-feira, 11, o lançamento de edital de licitação para o primeiro trecho de pavimentação da SC-440 de Urussanga a Lauro Müller.

- PUBLICIDADE -

Nessa primeira etapa, que liga a Rodovia dos Mineiros a Nova Itália, serão asfaltado 2 quilômetros e o valor estimado da obra é de R$ 3.446.673,61. O prazo de execução de 12 meses. “Autorizamos hoje o início dessa etapa, estamos dando o primeiro passo para essa importante obra. Queremos que essa região se desenvolva, e o asfalto é a alavanca do desenvolvimento”, destacou Moreira.

O secretário de Infraestrutura enfatizou que o processo licitatório (modalidade concorrência), já será iniciado para começar a obra. “O que assinamos hoje aqui foi um ato informal, o ato formal irá para o Diário Oficial na segunda-feira, e a licitação já será agendada para que essa obra inicie o mais breve possível”, explicou.

O prefeito de Urussanga, Luis Gustavo Cancellier (PP), agradeceu a autorização dessa primeira etapa. “Agradecemos a conquista desses 2 quilômetros, de dois em dois chegaremos até a conclusão dessa rodovia, e sei que teremos o apoio do governo. Foram mais de 65 anos de espera e hoje estamos realizando. Temos que comemorar esse apoio do Governo do Estado”, enalteceu o prefeito.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.