Gelson Fernandes deixa o PDT

Entre 30 a 60 dias o político, ex-vice-prefeito de Criciúma, anuncia novo partido

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

O empresário e ex-vice-prefeito de Criciúma, Gelson Fernandes, deixou o PDT, partido no qual militou por 12 anos. Em entrevista na Rádio Eldorado na manhã desta segunda-feira, 25, Gelson explicou que o motivo é a “inatividade do partido”. “Faz dois anos que o PDT não tem Diretório na cidade. Pedia para a Executiva Estadual que fizesse a reestruturação. O partido hoje não participa muito”, comentou, dizendo que sai de cabeça erguida e em acordo com o líder da sigla no Estado, o deputado estadual Rodrigo Minotto. “Liguei para o Rodrigo e me despedi. Agradeci pela oportunidade. Saí de cabeça erguida sobre tudo que fizemos em prol do partido”, frisou.

- PUBLICIDADE -

Novo rumo em até 60 dias

Sobre nova filiação, Gelson Fernandes disse que já recebeu convites de três siglas e que está analisando. Entre elas está o PSB, comandado pelo deputado estadual Cleiton Salvaro. “Entre 30 a 60 dias vou conversar com os amigos para tomar uma decisão em conjunto. Vou levar alguns companheiros junto”, adiantou.
Natural de Criciúma, Gelson foi vice-prefeito da cidade entre 2004 e 2008, e secretário de Saúde no governo de Anderlei Antonelli (ex-PMDB), além de presidente da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) na gestão do ex-prefeito Márcio Búrigo (PP).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.