Ex-prefeito de Sangão faz pedido de segurança

Após ser atacado e o filho ter sofrido atentado, Antônio Mauro Eduardo teme pelos próximos dias

Giovane Marcelino / Especial
Sangão

 

- PUBLICIDADE -

 

A família do ex-prefeito de Sangão, Antônio Mauro Eduardo, está assustada. Durante essa semana, pai e filho sofreram atentados. O último, aconteceu na última noite, quando o rapaz tinha ido ao encontro da irmã no Centro da cidade e um criminoso atirou, onde cinco tiros atingiram o Sandero onde eles estavam.

Em entrevista à Rádio Eldorado na manhã desta sexta-feira, Antônio Mauro mostrou-se preocupado com a atual situação do município. “Não respeitam mais a opinião do eleitor. Na terça-feira fui à Criciúma em uma construção que estou realizando e um dos que trabalham lá foi para me dar um soco e quase quebrou meu nariz. Já sou um homem de mais de 50 anos e ele não tem nem 40”, lamentou.

Sobre o caso do filho, ele afirma que o rapaz não foi morto por sorte. “A segurança está fraca na cidade, ainda estamos aguardando para que se tenha solução no caso”, completou.

Antônio Mauro Eduardo foi prefeito de Sangão entre os anos de 2005 e 2012. Ele acredita que esses atentados envolvem a eleição que irá acontecer no município no próximo dia 2, onde será escolhido o novo prefeito.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Giovane Marcelino
Em: Sangão

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.