Balneário Rincão: relatório aponta dívida de mais de R$ 1,7 milhão

- PUBLICIDADE -

Balneário Rincão

Na alta temporada de verão, os olhos eram para estar voltados somente para o atendimento e acolhimento dos turistas e veranistas, mas além desta missão, o prefeito de Balneário Rincão Jairo Celoy Custódio teve que voltar sua atenção para a situação caótica em que pegou a administração. O prefeito sentiu as dificuldades logo nos primeiros dias, quando os fornecedores não estavam mais repassando mercadorias para a prefeitura por terem débitos a receber. Somente para exemplificar, na área da Saúde, o fornecedor de gases e das fitas para medição da glicemia cortaram o fornecimento. O prefeito também recebeu obras inacabadas e abandonadas. “Eles estão passando a imagem que deixaram a administração em perfeitas condições, mas a realidade é outra. Até informações importantes para o seguimento dos trabalhos foram apagadas dos computadores”, relata o prefeito.

- PUBLICIDADE -

Ao apresentar o relatório com os números da dívida atualizados e com as situações difíceis encontradas, o Conselho Político ficou surpreso, porque esperava um outro tipo de situação. Para conseguir amenizar a situação nestes primeiros meses de administração, o prefeito Jairo Custódio adotou algumas medidas de austeridade. Com um plano de governo diferente para os 100 primeiros dias. As contratações que eram para serem realizadas foram cortadas e uma reforma política foi feita como a redução de secretarias. O próprio prefeito está responsável pela Secretaria de Obras, o vice-prefeito Luiz Gustavo da Luz está à frente da no comando da Secretaria da Saúde. As secretarias de Educação e Assistência Social foram transformadas em apenas uma. “Para se ter a noção do que tivemos que fazer para realizar os trabalhos, não realizamos as contratações temporárias feitas em todos os anos e estamos nos virando com a equipe reduzida para atender a população nesta temporada de verão”, explica o prefeito.

O Conselho Político se colocou à disposição no que puder contribuir com a administração. Para não prejudicar o calendário de eventos, já que o município de Balneário Rincão tem como principal suporte para a sua economia o setor turístico, o prefeito Jairo Custódio estuda algumas fórmulas e está buscando na iniciativa privada parcerias para a realização do Carnaval. “A situação não está fácil, mas vamos ter que usar da criatividade para poder colocar o Balneário Rincão em condições de realizar eventos. Precisamos contar com a colaboração de todos para podermos realizar nossas festas e atrair desta forma os visitantes e turistas para o nosso balneário”, pontua Custódio.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Balneário Rincão

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.