ADR conclui sondagem no terreno do Centro de Inovação

Este é o último passo para completar os projetos e encaminhar para o processo de licitação

O Centro de Inovação de Criciúma será construído em terreno localizado na Rodovia Jorge Lacerda e terá quase de cinco mil metros quadrados com quatro pavimentos. Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Mais uma etapa para a implantação do Centro de Inovação em Criciúma está concluída. Nesta semana, a empresa responsável pela sondagem do terreno que vai receber a edificação concluiu as duas perfurações previstas no contrato e deverá entregar o relatório de estudo do solo nos próximos dias.

- PUBLICIDADE -

O terreno destinado para a construção do Centro de Inovação, doado pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), fica localizado em uma área de lavra de carvão subterrâneo, e por isso a necessidade da sondagem. “De acordo com mapas de lavra de minas, galerias de minas de carvão passam embaixo do terreno e isso causou uma preocupação para a fundação da construção”, explicou o secretário Regional João Fabris (PMDB).

Este é o último passo para completar os projetos do Centro de Inovação e encaminhar para o processo de licitação. Em uma análise prévia, a empresa constatou a presença de uma galeria subterrânea em perfuração de pouco mais de 47 metros e carvão em outra perfuração com 62 metros não apresentando sinais de lavra. “Como imaginávamos, existem galerias de minas bem aqui no limite do terreno e precisaríamos de duas sondagens para detecção de um ponto e outro no meio da obra”, comentou o engenheiro agrimensor do Setor de Cartografia do Instituto de Pesquisas Ambientais e Tecnológicas (Ipat) do Iparque, Tales Garcia Antunes.

Após a entrega do estudo, a ADR fará todo o trâmite para anexar o documento ao projeto e dar início ao processo de licitação junto à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS). “Já vencemos mais esta etapa. O Centro de Inovação esta mais perto de se tornar realidade aqui no sul”, comemorou o secretário.

Orçado em R$ 10 milhões

Em Criciúma, o Centro de Inovação será construído nos mesmos moldes do que já está em funcionamento em Lages. Voltado à cultura de inovação, competitividade empresarial, pesquisa e desenvolvimento e tecnologia o prédio está orçado em aproximadamente R$ 10 milhões e será erguido anexo ao Iparque na Unesc.

No total, serão 13 Centros de Inovação em todo o Estado, com a finalidade de promover o empreendedorismo, estimulando a criação de negócios de alto valor agregado, fortalecendo a atração de investimentos e unindo o poder público, o setor privado e as instituições de ensino. “Investir em inovação é fundamental para que Santa Catarina se consolide como uma economia forte, ampliando a vantagem competitiva”, reforça o secretário da SDS, Carlos Chiodini (PMDB).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.