ACIC retoma reuniões e analisa posição dos vereadores

Entre os diretores o entendimento é de apoio ao Observatório Social e ao Forcri, sugerindo um esclarecimento à população dos impactos que os recursos economizados trariam para sociedade

- PUBLICIDADE -

No âmbito local a decisão da Câmara de Vereadores de não reduzir o repasse dos valores da prefeitura para o Legislativo foi extremamente debatido, uma vez que não comprometeria a eficiência dos trabalhos no Legislativo. Entre os diretores o entendimento é de apoio ao Observatório Social e ao Forcri, sugerindo um esclarecimento à população dos impactos que os recursos economizados trariam para sociedade. Esses valores, estimados em R$ 500 mil mensais, poderiam ser aplicados diretamente em projetos para a população, nas áreas de saúde, educação e segurança pública. “Esperamos que os vereadores ouçam a voz da sociedade fazendo a redução dos gastos e cuja economia será revertida para a melhoria da qualidade de vida da população”, destaca o presidente César Smielevski. “Os vereadores têm o  compromisso com a sociedade de cumprir tudo aquilo que prometeram durante a campanha”, finalizou o presidente.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.