Vendedores não autorizados oferecem itens em nome do Santuário à fiéis

As formas oficiais de auxiliar o local é por meio dos carnês (retirados diretamente na loja ou via Apostolado da Oração) e também por contas bancárias oficiais

Foto: DN Sul
- PUBLICIDADE -

Um golpe, envolvendo o nome do Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, vem sendo aplicado na região. Conforme a Diocese de Criciúma, pessoas estão usando o nome do santuário para vender materiais religiosos em residências. “É lamentável ver que pessoas utilizam da fé de outras para tirar proveito da situação. Queremos comunicar que não existe nenhum tipo de venda em casas sendo realizada e que se isso acontecer deve ser denunciado”, alerta o reitor padre Antonio Vander da Silva.

As formas oficiais de auxiliar o local é por meio dos carnês (retirados diretamente na loja ou via Apostolado da Oração) e também pelas contas bancárias oficiais:

- PUBLICIDADE -

Sicredi – Agência 1560-1 | Conta 23059-6

Caixa Econômica – Agência 1785 | Conta 1950-6 | OP 003

Banco do Brasil – Agência 3226-3 | Conta 16262-0.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Içara

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.