Lançado novo edital para Ijair Conti

Está é a terceira licitação aberta para a concessão do uso e exploração do Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma

Foto: Jhulian Pereira
- PUBLICIDADE -

Francis Leny

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Governo de Criciúma lançou novo edital para licitação de concessão do uso e exploração do Pavilhão de Exposições José Ijair Conti à iniciativa privada. Esta é a terceira tentativa na promoção para gestão, planejamento, implantação e operação do prédio.

Os interessados terão até o dia 9 de novembro, às 13h45min para encaminharem proposta. A abertura dos envelopes acontece também nesta data, às 14h, na sala de Licitações da Diretoria de Logística, localizado na Rua Estevão Emílio de Souza, Bairro Ceará. Na última licitação, realizada no dia 28 de agosto, nenhuma empresa se candidatou a administrar o pavilhão.

Nenhuma mudança no edital

O Governo propõe concessão do espaço por 20 anos, renováveis por mais 20 anos. No edital é especificado que a empresa vencedora da concorrência pública realizar manutenção no pavilhão e fazer a manutenção. Entre os pontos propostos que mais interessam à Administração Municipal é a exigência de que a empresa escolhida faça a pavimentação dos 12 mil metros quadrados do estacionamento.

O gestor-executivo do Fundo Municipal de Saneamento Básico (Funsab), Luiz Juventino Selva, explica que o edital segue exatamente o anterior. “Não foi realizada nenhuma alteração. O que vamos realizar é um trabalho de divulgação, diretamente com pessoas do ramo de organização de eventos e feiras. Estimularemos a participar da licitação”. No dia 28 de agosto compareceu na sala de licitações apenas um grupo de pessoas, que não seguiu adiante com o processo argumentando que alguns itens do edital não eram de interesse.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.