Igreja Matriz de Araranguá será elevada a santuário

Cerimônia marcada para o dia 4 de maio de 2018, data da padroeira, oficializará a elevação do templo voltado a Nossa Senhora Mãe dos Homens

Foto: Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

Suelen Bongiolo
Araranguá

Local de oração e devoção de fiéis de todo o Sul Catarinense, a Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens, no Centro de Araranguá, será elevada a santuário diocesano em 2018. A decisão favorável foi obtida aproximadamente quatro meses após a proposta ser apresentada ao bispo da Diocese de Criciúma, dom Jacinto Inácio Flach, e ao Conselho Diocesano. Agora, o templo segue nos preparativos para a cerimônia de oficialização, marcada para as 10 horas do dia 4 de maio, data em que é festejada a padroeira do município.

- PUBLICIDADE -

Segundo o pároco da Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens, padre Alírio Leandro, uma série de fatores motivou o pedido de elevação. “No próximo ano, a nossa igreja celebra 170 anos, sendo a mais antiga da Diocese de Criciúma. Outro motivo é que a nossa paróquia tem um grande número de devotos. Além disso, a região Sul (da Diocese) não tem nenhum santuário. E Araranguá tem um grande número de católicos, devotos de Nossa Senhora”, lista o padre.

Com a elevação, a paróquia planeja alterações na parte interna do templo. Além disso, um Centro de Pastoral está sendo construído atrás do futuro santuário, com data de inauguração prevista para abril de 2018. Mudanças na programação, como aumento do número de missas e de atendimentos, também ocorrerão a partir do ano que vem. “Santuário é a igreja-mãe que acolhe as outras. É um local de peregrinação dos fiéis, onde todos podem ser membros. Ele também é diocesano, não só da paróquia”, explica o pároco.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Araranguá

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.